Feira de calçados em Gramado/RS dará impulso ao crescimento setorial

A Merkator Feiras e Eventos já abriu o credenciamento aos participantes da próxima edição do SICC – Salão Internacional do Couro e do Calçado, que vai acontecer de 23 a 25 de maio, no Centro de Eventos do Serra Park, em Gramado (RS).

O SICC – Salão Internacional do Couro e do Calçado terá edição memorável neste mês de maio. Foto: Dinarci Borges

O credenciamento antecipado já pode ser feito pela internet no site da feira www.sicc.com.br/credenciamento e pode ser impresso pelo visitante que deve trazê-lo consigo, para evitar filas no acesso à feira. “Consideramos que esta medida ainda é necessária neste ano, embora todas as regras sanitárias, devido a pandemia do Coronavírus, estejam bem flexíveis, mas sempre é importante manter cuidados”, diz Frederico Pletsch, diretor da Merkator Feira e Eventos, promotora da feira. Também é possível baixar gratuitamente o aplicativo da feira: Merkator Feiras disponível nas lojas Play Store e Apple Store no aparelho celular. “Além da facilidade de fazer o credenciamento o nosso visitante também terá acesso a inúmeras informações sobre a feira”, lembra Pletsch.

Continuar lendo “Feira de calçados em Gramado/RS dará impulso ao crescimento setorial”

Preparativos para o Salão Internacional do Couro e do Calçado em Gramado: O melhor SICC de todos!

Os sinais de uma economia setorial mais fortalecida neste ano de 2022 estão pautando o planejamento da próxima edição do SICC – Salão Internacional do Couro e do Calçado que vai ocorrer de 23 a 25 de maio, no Centro de Eventos do Serra Park, em Gramado (RS). A Merkator Feiras e Eventos, promotora da feira, diante deste cenário e de dados promissores com a queda acentuada dos índices mais graves da Covid 19, trabalha com a expectativa de uma retomada sem precedentes da cadeia calçadista, especialmente pela necessidade de reposição de estoques e também de um maior intercâmbio de informações. “Estamos diante de um quadro diferenciado que beneficia a nossa feira, analisando não somente a situação econômica, mas muito do ânimo e dos desejos dos lojistas e importadores em realizarem compras maiores de forma presencial, tocando e sentido os materiais, e também com a necessidade latente de uma maior integração para aferir a temperatura do mercado”, diz Frederico Pletsch, diretor da promotora. Salienta ainda que o apelo turístico de Gramado, com sua confortável rede hoteleira e invejável opções de gastronomia, é um convite especial para a vinda de compradores nacionais e estrangeiros. “Todos estão com muitas saudades de rever os colegas e de espairecer um pouco numa cidade turística tão bem organizada como Gramado”, define Pletsch.

O SICC vai lançar as coleções primavera/verão 2022/2023, sempre a estação de maior volume de produção da indústria, que define o faturamento das empresas, especialmente após um período difícil como este, desde o início de 2020. A presença de um elevado número de importadores aponta um crescimento expressivo nas exportações do setor, o que deve movimentar as esteiras das fábricas. “Também estamos observando este fluxo no varejo nacional. O lojista realizou os ajustes necessários, atualizou seus processos e foi em busca de inovações para encantar seus consumidores, durante a pandemia.  Hoje o varejo brasileiro tem outra face e certamente o segundo semestre verá a efervescência desta nova realidade. E não temos dúvida que todo este processo vai iniciar no SICC”, diz Pletsch.

Frederico Pletsch: A Merkator já definiu o slogan desta edição: O melhor SICC de todos! Crédito: Dinarci Borges.

“É isto mesmo. Quem vier, verá que não estamos medindo esforços para realizar uma edição impecável e inesquecível”, enfatiza o empresário. Em maio, o SICC completa a sua 29ª edição e vai estar “vitaminado com muitas informações de moda e negócios. Vamos contribuir para satisfazer a necessidade de novidades de todos os nossos visitantes”, diz Pletsch. Os detalhes estão sendo cuidadosamente preparados como a Estação 3, que vai fazer conexões com diversas experiências, entre eles espaço para geração de conteúdos para as marcas, mirando no resultado de cada empresa. Também uma grade especial de palestrantes e profissionais que vão trazer informações objetivas para otimizar os negócios e inspirar novas tomadas de decisões. “Estamos trabalhando com muito foco para oferecer resultados positivos aos nossos expositores e acreditamos que vamos marcar uma nova era da nossa feira. Esta edição vai delinear a do ano 2023, quando estaremos comemorando a 30ª edição,” enfatiza Pletsch. O credenciamento para a feira abre já no dia 04 de abril. 

PROMOTORA – A Merkator Feiras e Eventos tem a parceria das seguintes entidades: Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados de Três Coroas.

Três Coroas Shoes na Feira Zero Grau de Gramado 

Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios que lança para o Brasil e para o exterior as coleções para a temporada fria do ano, outono/inverno 2022, vai movimentar o segmento na segunda quinzena do mês de novembro, com pedidos para as vitrines já a partir do mês de fevereiro do próximo ano. “Certamente também teremos dentro da feira negócios para pronta entrega já para as festas natalinas deste ano”, diz Frederico Pletsch, diretor da Merkator Feiras e Eventos, promotora da feira, que acontece de 15 a 17 de novembro, no Centro de Eventos do Serra Park, em Gramado (RS). Pletsch acrescenta que o mercado está com uma demanda reprimida de novos fornecedores e de lançamentos que encantem o consumidor final. “Uma grande parte das empresas nestes quase dois anos de pandemia está realizando suas vendas por plataformas online e estão todos com ansiedade de manusear os calçados, os materiais, enfim voltar para a experiência do presencial”, diz ele.

foto: Dinarci Borges

Exatamente nesta esteira que está a aposta das empresas do grupo do Três Coroas Shoes, como diz Juliano Mapelli, diretor executivo e comercial do Sindicato das Indústrias de Calçados de Três Coroas, quando assinala que a importância do evento é a de resgatar a modalidade de comercialização presencial além da vantagem da prospecção. “Durante este período de pandemia as nossas empresas tiveram várias experiências no digital, mas estão cada vez mais conscientes da necessidade de uma negociação durante uma feira física, onde terão condições de trocar informações e sentimentos sobre os produtos, explicando todos os atributos de cada modelo. Enfim ter negociações mais próximas da realidade”, diz ele. O grupo Três Coroas Shoes terá 13 empresas na feira.

Feira Zero Grau gera otimismo no mercado

Com as expectativas de aquecimento da economia no último trimestre do ano, momento quando vai acontecer a primeira feira presencial de calçados neste ano, fabricantes já projetam um movimento acima do normal em relação a qualquer outro evento setorial. É nesta esteira que vai acontecer a Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios,  de 15 a 17 de novembro, nos pavilhões do Serra Park, em Gramado (RS). “É com esta lógica que estamos trabalhando nos bastidores da feira para organizar um palco que abrace todas as expectativas tanto as emocionais, de um primeiro reencontro, como as comerciais que vão colocar frente a frente indústria e varejo com coleções específicas para o final de ano e para os primeiros meses do ano que vem”, diz Frederico Pletsch, diretor da Merkator Feiras e Eventos, promotora da feira.

– Estamos otimistas com a feira e apontamos duas situações distintas: com a vacinação avançando, acreditamos que, em novembro, uma grande maioria dos profissionais do setor já estarão imunizados com a segunda dose, oferecendo uma segurança para o retorno aos eventos presenciais. Este será um momento impar em nossa cadeia produtiva”, diz Sérgio Bocayuva, CEO da Usaflex. Em seu segundo apontamento, ele acrescenta que sua empresa terá uma atuação forte e diferenciada. “Estamos apostando nesta realidade e vamos levar para a feira 50% a mais de lançamentos do que costumamos expor em eventos. Percebemos que a economia já está voltando e em novembro o movimento será praticamente igual ao período pré-pandemia”, ressalta o empresário.

Zero Grau 2020 – Crédito: Dinarci Borges

Também a presença de micro e pequenas empresas será relevante na feira, diz Marco Aurélio Copetti, gerente regional Sinos, Cai e Paranhana do SEBRAE/RS. Ele sublinha que a pandemia “reduziu o mercado, o setor se tornou cada vez mais competitivo com custos mais impactados. E por isto, a recuperação vai ser mais lenta, o nível de interação dessa pequena indústria com o mercado de varejo vai ser desafiador.  Para ele, a Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios vai marcar o início desta recuperação do setor, mas principalmente para as micro e pequenas indústrias. Já estamos trabalhando fortemente a marca Estação Moda Rio Grande do Sul” enfatiza Copetti. Ele complementa anunciando novidades: “não apoiaremos apenas o Estação Moda Rio Grande do Sul, como é de praxe na nossa metodologia. Nós já temos uma negociação muito forte com a Merkator, grandes parceiros, e vamos apoiar outras micro e pequenas indústrias no sentido de trazer pujança ao setor neste momento tão importante que estamos atravessando”, finaliza.

Para ilustrar estas opiniões, seguem algumas marcas já confirmadas na feira que sustentam estas expectativas. De calçados femininos estão: Bebecê, Werner e Cecconello, de calçados masculino: Ferracini, Pegada e Democrata, de calçados infantis: Molekinha, Bibi e Kidy, de calçados esportivos: Mormaii, Fila e Dalponte e de acessórios: Rafitthy, Petite Jolie e Linea Bella. Todas as demais marcas presentes até agora estão no site: www.feirazerograu.com.br

PARCEIROS QUE VISUALIZAM A NECESSIDADE DO MERCADO – Zero Grau conta com o apoio do Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas.                           

Confirmada Edição Presencial da Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios em Gramado

Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios está confirmada de forma presencial para os dias 16, 17 e 18 de novembro, no Centro de Eventos do Serra Park, em Gramado (RS). A confirmação foi dada pela Merkator Feiras e Eventos, empresa promotora da feira, que está amparada no decreto de número 55.240, do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, de 29 de setembro de 2020.  Esta é uma das notícias mais esperadas pelo setor coureiro calçadista nas últimas décadas em função das perdas acumuladas pelas indústrias devido ao desaquecimento do mercado em função da pandemia do Coronavirus, desde o mês de março deste ano.

A feira vai acontecer obedecendo rígidos protocolos, como diz o texto do decreto estadual “os organizadores deverão seguir, integralmente todos os protocolos e regras já estabelecidos na Portaria 617/2020, da Secretaria da Saúde”. Segundo o diretor da Merkator Feiras e Eventos, empresa promotora da feira, “nós estamos empenhados em fazer um evento dentro de todas as regras para marcar a retomada deste setor que está necessitando muito de um ânimo para começar 2021 de uma maneira bem promissora”, salienta Pletsch.

Já estão confirmados para a feira, que lança as coleções outono/inverno, 220 expositores dos polos brasileiros de calçados, somando cerca de 1000 marcas dos segmentos femininos, masculinos, infantis e esportivos, além de bolsas, cintos e demais acessórios. “Estávamos ansiosos pela definição do governo e agora já estamos comunicando os expositores e os lojistas para que possam dar inícios aos últimos preparativos para a feira”, acentua Pletsch.

O setor calçadista brasileiro foi um dos mais atingidos pela desaceleração do mercado, chegando a registrar índices alarmantes em termos de fechamento de postos de trabalho. Segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados – Abicalçados – os números do setor foram os seguintes: 43 mil postos de trabalho fechados entre janeiro e julho, perdas de vendas no mercado domésticos 37% menos que o mesmo período do ano passado, e as exportação caíram de 25% já de janeiro a agosto deste ano em comparação ao ano passado.

– Agora nos resta organizar uma feira completamente diferente de tudo que já realizamos até agora com a finalidade de auxiliar o mercado ingressar na normalidade possível. Faremos um palco ideal para negócios nos dias de hoje. Não vamos esquecer, por nenhum instante, que ainda estamos numa pandemia e que são necessárias medidas sanitárias preventivas e rigorosas para cuidar da saúde de todas pessoas que vão estar conosco nos pavilhões”, finaliza Frederico Pletsch.

PARCEIROS QUE VISUALIZAM A NECESSIDADE DO MERCADO – Zero Grau conta com o apoio do Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas.